8.8.14

#251 - Bloggers atrás dos blogs - Indigo

 Indigo - Forever Miss Indigo

Forever Miss INDIGO

Como minha segunda convidada surpresa, aparece a Indigo: 22 anos, estudante universitária. É uma blogger extremamente simpática, super atenciosa, e com um blogue que se encaixa nos meus preferidos. Vamos conhecer a Indigo!



Olá Indigo! Fala-nos um pouco sobre ti!

EuR: Eu sou uma rapariga simples, de 22 anos, que está a acabar o curso de Medicina Veterinária (falta só o estágio final e a tese). Sou apaixonada por animais, principalmente primatas, adoro a minha família e os meus amigos. Namoro à um ano e estou muito feliz. 
Adoro ler, ver séries, escrever no blog, passear por sítios desconhecidos. Resumidamente, acho que é isto!

Começas-te o teu blogue com um post no dia 1 de Janeiro de 2013, se não me engano, onde dizes "Novo ano, vida nova". Diz-nos, o que querias dizer com isto?

R: Bem, eu não disse só isso. Disse «Novo ano, nova vida. É o que se costuma dizer.Sinceramente, para mim é exactamente igual. Não é por mudar o ano que a vida vai mudar. Temos que ser nós a fazer por isso, a lutar por algo diferente, por algo melhor. E isso podemos fazer em qualquer dia, a qualquer hora.» O que eu queria dizer é que as mudanças vêm de dentro de nós. Somos nós que decidimos o que queremos mudar e quando queremos mudar. Todos os dias são dias bons para se fazer mudanças em nós próprios e na nossa vida. Não é preciso ser num dia específico ditado pela sociedade.

O teu blogue evoluiu imenso: lembro-me de alguns títulos e designs que tiveste, mas também a forma como escrevias e agora escreves as mensagens é diferente. O que te levou a mudar?

R: Não houve nada que me tenha "levado a mudar". Simplesmente, com o tempo, as experiências e com as nossas vivências vamos mudando. Mudamos a nossa personalidade, a forma como encaramos o mundo, a forma como escrevemos. É um processo contínuo, não foi uma coisa que tenha mudado de um dia para o outro.

Conta-nos: Porque "Forever Miss Indigo" para o título do blogue?

R: Já tive tantos nomes que nem sei. Indigo é o meu nome de blogger. Gosto muito desta palavra. É daquelas coisas, que uma pessoa simplesmente gosta quando vê, quando lê ou quando ouve. "Forever Miss Indigo", sinceramente foi porque queria ter um nome para o blog que fosse mais comprido, por causa do design do blog, e gostei assim. Não tem nenhum significado especial.

Começas-te uma rubrica, em Dezembro de 2013, chamada Sexual Love. Teve muita aderência, sobretudo porque o assunto ainda pode ser considerado um tabu. O que te levou a criar esta rubrica assim de forma tão explicita?
R: Fui incentivada pelo meu namorado. Nós temos conversas muito abertas relativa a estes assuntos, de forma a nos compreendermos melhor, e eu queria partilhar estas experiências com as pessoas, de forma as poder ajudar de alguma forma. E o meu namorado têm-me ajudado muito nisto. É importante partilharmos as nossas experiências e dúvidas. Podem ser as dúvidas de outra pessoa que não tenha a coragem de as perguntar a ninguém, e assim pode ficar esclarecida.











Ainda nos desafios e rubricas: à pouco tempo criaste um desafio onde as concorrentes enviam textos sobre certos temas e o prémio é um blogue contigo sobre estilo de vida. Achas que a blogosfera devia de ser mais saudável ou criaste apenas por gosto? 

R: Não vai ser um blog sobre estilo de vida. Vai ser mais sobre críticas à sociedade, algo mais construtivo, que informe as pessoas, em vez de ser um blog pessoal. Algo que, para além de divertido, também seja informativo. Acho que é sempre importante.

O teu blogue é um dos que mais gosto, que sigo com gosto e por prazer. Em quase dois anos, o teu blogue teve algum sucesso. O que achas que contribuiu para isso?

R: Acho que isso é mais uma pergunta a colocar aos meus leitores. Eles é que me seguem, eles é que sabem porque é que gostam :) Mas eu acho que a minha rúbrica "Sexual Love", contribuiu bastante para esse aumento de seguidores. De resto não sei. É uma pergunta que te posso colocar a ti xD

Achas-te a vida universitária fácil?
R: Estudei durante 5 anos em Évora e não foi exactamente fácil. Temos muita matéria para estudar (nada comparado com o secundário), muitos dos professores não nos facilitam a vida e acontecem muitas injustiças. Mas acho que isto acontece em qualquer parte da vida.
Mas de resto passou-se bem. Integrei-me facilmente, adorei ser "bicho" (andar a rebolar, a brincar e mesmo a ficar toda suja). As praxes ajudaram-me muito a conhecer imensas pessoas. Só temos que levar as cosias na brincadeira e saber dizer não quando achamos que já estão a abusar um bocadinho. Sempre fui muito actividade, tive em imensas associações, andei na tuna e tentei ser sempre o mais activa possível.



Escolhes-te o curso de medicina veterinária. Achas que vais ter saída no país?

R: Para a área que eu quero seguir (selvagens), não, não tenho saída. Mas não tenho problemas com isso, porque o meu sonho sempre foi ir para África, por isso não é algo que me atormente.
Não é um curso nada fácil, afinal é medicina (apesar de muita gente pensar que é só dar festinhas aos bichinhos). Ainda ontem estive a explicar à minha mãe as análises que ela esteve a fazer. Aconselho a quem queira seguir este curso fazer um mini estágio ou voluntariado numa clínica no Verão para saber se é mesmo isto que quer.

Não à muito tempo falei sobre as raças no meu blogue. Tu, como já a blogosfera sabe, namoras com um rapaz de raça negra e tu és muito branquinha. Foste criticada sobre isso ou aceitaram bem?

R: No geral não tive nenhum problema. Claro que quando andamos na rua há sempre olhares indiscretos, acho que são mais por curiosidade. Tudo o que é diferente atrai a atenção. Mas toda a gente sempre nos apoio. O importante é sermos felizes. Para mim, a parte "mais complicada" não é a diferença de cor, mas sim de culturas (ele é angolano e só está em Portugal à 2 anos) . São visões de vida diferentes, estilos de vida diferentes, mas com respeito, calma e compreensão tudo se resolve.
A única crítica que tive foi cá no blog, quando anunciei que estava a namorar com ele um anónimo disse que me ia arrepender. Não sei o que ele queria dizer com isto. 

Há quinze dias, mais ou menos, publicas-te um post onde dizes "Não posso ter tudo o que quero". Bem, na verdade, muito pouca gente pode. Mas, como sabemos, o pais também não oferece grandes condições para isso. O que achas que vai ser deste país?
R: Acho que vai ser cada vez pior, pelo menos se continuarmos por este ritmo. Uma das piores coisas é fecharem escolas. Como já disse, se fecham as escolas estão a fechar o futuro. Ao despedirem milhares de pessoas também estão a obrigar o povo a emigrar (se bem que não está fácil em lado nenhum).  Mas acredito que daqui a uns anos, uns largos anos, a coisa se recomponha.













Respostas rápidas:
Comida que mais gostas: gelado! Também adoro peixe grelhado.
Bebida que odeias: cerveja, vinho e água tónica.
Canal que mais vês: canais de música ou TPA (televisão pública de Angola)
Programa preferido: neste momento não tenho nenhum.
Último livro que leste/filme que viste: Livro que estou a ler: "Uma Morte Súbita". Último filme: Think like a man.
Última vez que fizeste uma coisa pela primeira vez: Hoje, arranjei as unhas ao meu namorado (ele roí as unhas, tive que lhe por daqueles vernizes que sabem mal.)
De 0 a 20, avalia a tua prestação na blogosfera: Isso é uma coisa que vocês é que têm que me avaliar ^^
A tua palavra de eleição é: Respeito
A frase que mais gostas: "What you think, you become." - Buddha

Ainda assim, e como se as perguntas não chegassem, ainda temos 3 perguntas extra dos leitores da Indigo às quais ela respondeu, com todo o gosto. Aqui ficam:


O que mais te marcou ao longo da experiência universitária?Cátia

R: A liberdade. Algo que não tinha antes. Quando morava na casa dos meus pais não fazia mais nada a não ser casa-escola-casa. E quando fui para universidade, saí do ninho. E com isso cometi erros, e aprendi com eles, conheci pessoas fantásticas e outras nem tanto. Cometi algumas loucuras, fiz tudo o que nunca tinha feito antes.

Qual o teu maior sonho, aquele que queres mesmo concretizar, custe o que custar?Kate

R: Sou uma pessoa com muitos sonhos. Acho que aquele que quero mesmo concretizar é ter uma família. Ter o meu marido, os meus filhos e claro, também os meus cães.

Qual a tua viagem de sonho? Porquê?Francisco

R: Não posso escolher só uma viagem. Adorava conhecer o mundo inteiro, todas as culturas. Conta como uma viagem? xD


E, como eu adoro surpreender as minhas queridas entrevistadas, fui, mais uma vez em segredo, falar com duas bloggers que se dão muito bem com a Indigo. Ficam aqui as suas opiniões:

Effy, do blogue "Stage 16"
Effy Stonem"Aqui estou a testemunhar o quão adorável a Indigo é! Nem sei que palavras irei dizer, muito menos escrever.. Eu gosto imenso dela, isso é certo. Não a conheci desde o inicio do blog dela, mas o blog dela foi um dos poucos que me cativou a entender a verdadeira história dela e adorar aquela moça parva como ela é. Opá, não tenho jeito nenhum para estas coisas (risos) Indigo Maria da Silva Castelhano, sabes que te adoro imenso e que estou aqui sempre, não sabes?! Vou-te chatear o máximo que puder até toda a vida, eu prometo! <3"












Ella, do blogue "Ela entre eles"
A minha fotografia

"A Indigo é uma pessoa super querida e preocupada, está sempre disponível para qualquer coisa. É uma pessoa super original e com uma escrita fora do comum, tem imensa naturalidade e isso nota-se nas suas rubricas. Cada rubrica ou post que publica são pautados por uma imensa naturalidade e à vontade seja qual for o assunto. Ela é o tipo de pessoa que se conhece sem se precisar de saber da vida privada. Eu aprecio esse tipo de pessoas, aqueles que dão de si sem fazerem do blog uma revista cor-de-rosa, aqueles que em cada comentário são sinceros e "amigos" em vez de comentar só porque fica bem... Acho que, essencialmente, a blogosfera seria um local bem mais pobre se ela não fizesse parte deste mundo e é dona de um dos blogs que não posso deixar de visitar e comentar. 

Acho que essencialmente é isto que penso dela e o que me faz acompanha-la e querer participar nos projectos que ela vai criando. "






E assim dou por concluída a entrevista à Indigo. Foi um enorme prazer poder entrevistá-la e espero que tenham gostado tanto como eu (:

12 comentários:

  1. gosto muito destas coisas das entrevistas e mesmo nao sabendo as futuras entrevistadas acho que devias de entrevistar quase todas as blogueres da blogos. dar a conhecer um pouco mais de todas, pelo menos eu quero conhecer ^-^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. E posso revelar aos curiosos que vem comentar que, esta é a primeira temporada. Espero que haja uma segunda se a primeira tiver boas reações, onde rapazes serão incluídos! (;

      Eliminar
  2. Gostei muito da entrevista, estao de parabens :)

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito da entrevista! Muitos parabéns outra vez tanto à entrevistadora como à entrevistada pelas respostas excelentes! Fiquei contente por ver a minha pergunta à Indigo respondida! ;) Um beijinho grande às duas e visto que, tal como eu, a Indigo estudou na UE, Viva a UE! :P

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito desta entrevista, mas para já, a minha favorita foi a primeira

    ResponderEliminar
  5. adorei a entrevista, está super interessante, parabéns :)

    ResponderEliminar
  6. já encerrei as perguntas, foi o último dia. quando puderes passa por lá :)

    ResponderEliminar
  7. gostei muito, especialmente da parte em que ela fala do curso :)

    r: que bronca ahahahah acabei por lhe contar e correu tudo bem!

    ResponderEliminar
  8. Ai, amei, amei, amei! *.*

    ResponderEliminar
  9. Gostei imenso da entrevista principalmente a forma como foi conduzida :)

    ResponderEliminar
  10. Só agora consegui dar um saltinho aqui para ver a entrevista!! Está espectacular ;) A Indigo é uma excelente blogger e tu fizeste uma excelente entrevista ;)

    ResponderEliminar

Comentários ofensivos não serão publicados.
Dá a tua opinião e não te deixes influenciar por os outros (:
Rosemary D.