20.8.14

#264 - Tabus ▴ Homossexualidade

Untitled

Um dos grandes tabus da nossa sociedade, felizmente cada vez menos, continua a ser a homossexualidade. Mas, ainda existem pessoas, sociedades e até países que continuam a acreditar que a homossexualidade é uma doença. A meu ver, isto é absurdo. A pessoa não escolhe ser assim para provocar os outros, é assim de natureza. Eu sou a favor da homossexualidade, cada um pode viver à sua maneira e com quem escolher, seja de que raça, sociedade, sexo, país,enfim, for! Mas, continuam a existir pessoas e casais homossexuais que não se assumem, quer seja porque o emprego não o permite, ou porque tem medo de serem julgados.

Uma das coisas mais absurdas que pode haver em Portugal que envolva homossexuais, é a doação de sangue. Se vêm a novela da TVI que dá à noite, "O Beijo do Escorpião", já devem de saber disto, mas em Portugal é proibido os homossexuais doarem sangue. Não há qualquer diferenças entre um homossexual e um heterossexual, mas, de acordo com o nosso presidente do Instituto Português de Sangue, a homossexualidade pode ser considerada um comportamento de risco.

Em 2008, o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, publicou o maior estudo realizado até então em Portugal sobre a sexualidade dos portugueses. 58,8% dos inquiridos considera que a relação entre dois homens é algo totalmente errado, e 53,8% considera o mesmo no caso de se tratar de duas mulheres.
Para mim, são valores demasiado altos. Portugal devia de pensar de outra maneira. As pessoas querem ser felizes, por isso, deixem-as ser à sua maneira, não há a necessidade de andar a julgar pessoas só porque gostam de pessoas do mesmo sexo, acho isso inaceitável. Portugal, felizmente, já aprovou o casamento homossexual, algo que considero ser um grande passo para este país que ainda pensa com a cabeça no século passado.

E vocês? De que lado estão?

Todos os comentários serão aceites, anónimos inclusive.

16 comentários:

  1. Eu não tenho um lado. 'Estar de um lado' dá a entender - pelo menos a minha opinião - que estamos numa guerra, quando o problema nem tão pouco é um problema. Uma relação é amor, ponto. Independentemente do sexo da pessoa por quem nos apaixonamos. Não gosto de ler alguém dizer que é homossexual com orgulho, porque dizer isso é dizer que 'sou esquisito, mas não me importo'. Penso que o importante é aceitar os outros como são e, tenho imensa pena que isso raramente aconteça. Como é que vamos aceitar um homossexual se nem aceitamos um 'estrangeiro' como nosso vizinho? Enquanto as pessoas não tomarem consciência que o ' ser diferente' não existe, estamos mesmo muito mal. E é isso que me preocupa, porque de resto, só gostava que todos pudessem ser felizes.E lamento imenso regras como essas, contudo, vivemos num pais em que o cristianismo prevalece e, a igreja católica tem um poder significativamente grande nas decisões do pais.

    ResponderEliminar
  2. Acho isto tudo muito errado e a mim não me faz confusão nenhuma a homossexualidade, porque para mim até acho normal. As pessoas devem apaixonar-se e amar quem quiserem independentemente de serem homens ou mulheres. Mas como acontece quase sempre na nossa "sociedade" a diferença é uma coisa negativa em vez de positiva e as pessoas não pensam duas vezes antes de apontarem o dedo e dizerem que está errado. Cada um é dono da sua felicidade e da sua vida, e se amam uma pessoa do mesmo sexo, tudo bem, continuam a ser as mesmas pessoas, e isto de se dizer que a homossexualidade é errada só mostra que as pessoas dão mais valor à imagem que passam do que os seus sentimentos e valores que são muito mais importantes.

    ResponderEliminar
  3. Realmente é inacreditável como nos dias de hoje, em que as máquinas estão cada vez mais evoluídas mas, em descompensação, a mente dos portugueses e não só - porque existe muita gente neste mundo contra a homossexualidade - continua com o mesmo pensamento tradicional. As pessoas não querem aceitar que os tempos mudam e, felizmente, já não temos de viver oprimidos mas muitas até reclamam que gostavam de voltar ao tempo de Salazar! Mas isso já são outras conversas e concordo contigo, cada pessoa é livre de ser como quiser, quem somos nós para criticar a felicidade dos outros?

    ResponderEliminar
  4. Gostava só de saber como é que eles sabem que as pessoas são homossexuais. Não vem nada escrito no cartão de cidadão.

    ResponderEliminar
  5. Concordo plenamente contigo, infelizmente acho que é mesmo o tema mais controverso hoje em dia, ainda há uns dias ouvi uma colega minha dizer que o maior desgosto da vida dela era ter um filho gay ou uma filha lésbica e fiquei chocada! Ouvir isso de pessoas de outras gerações faz-me confusão, mas de uma pessoa da minha idade, acho um absurdo! O facto dos homossexuais não poderem doar sangue é inadmíssivel, o risco de doenças é igual em todas as pessoas, pensava que o mito das DST virem dos homossexuais já estava ultrapassado mas enganei-me. Tenho um grande amigo que é homossexual, na altura eu era a única que sabia porque ele tinha medo que os restantes amigos gozassem com ele (na altura já o faziam, por ele ser considerado um pouco "diferente"), mas a verdade é que se assumiu e pelo que sei os amigos aceitaram-no e não lhe viraram as costas, tenho pena que não aconteça o mesmo em todos os casos, conheço também pessoas que pelo contrário são constantemente humilhadas pela sua orientação sexual, é triste que estas coisas ainda aconteçam nos dias de hoje!

    ResponderEliminar
  6. Concordo com a Mel. Acho que este país ainda está muito atrasado.
    E acho que é um absurdo os homossexuais não poderem doar sangue... Não consigo perceber porquê visto que também os heterossexuais podem ter comportamentos de risco, quem sabe, até pior!

    ResponderEliminar
  7. Eu concorso totalmente contigo, aliás sempre defendi que cada um é como é, e devemos de aceitar. O importante é as pessoas gostarem umas das outras, o que importa o sexo, a idade a religião, cor ou seja o que for? Nada. Eu ando a tirar um curso em que somos 7 alunos e eu fico parva quando vejo ser a única em 7 pessoas que defende os homossexuais e que se passa quando se fala de preconceito, detesto qualquer tipo de preconceito, é errado e devia ser mesmo punido pela lei, coisa que dizem que é mas que não acontece.

    ResponderEliminar
  8. Não acho que deva haver um lado, isto não é uma competição. Não sou a favor de heterosexualidade ou homossexualidade, sou a favor de igualdade. Não acho que a homossexualidade esteja relacionada com a personalidade, a inteligência ou o aspecto físico de uma pessoa, e portanto acho que se for para julgar alguém, há características muito mais marcantes do que a orientação sexual. A homossexualidade não é uma escolha nem algo que se possa mudar (ou que deva ser mudado) como ser antipático ou desagradável.--

    ResponderEliminar
  9. --Mas, e se fosse uma escolha? Também o são pintar o cabelo, ou fazer piecings, ou não comer animais. E embora haja pessoas que também não respeitam essas situações, a maior parte entende e respeita, portanto se ser homossexual fosse uma escolha não acho que houvesse grande diferença. Não é natural? Nos não nos apaixonamos pelos órgãos sexuais de alguém, apaixonamos-nos pela personalidades, e isso sim, é natural. Amar alguém é natural.

    ResponderEliminar
  10. É tão triste, é tudo o que tenho a dizer. E ainda mais triste é ver gente da nossa idade com a mesma opinião que os pais e os avós.

    ResponderEliminar
  11. Eu estou do lado da felicidade: que não é definida pela orientação sexual! Ponto, não há nada mais a acrescentar.

    r: Nem eu gostava e por isso mudei. Gostas agora?

    ResponderEliminar
  12. http://veatravesdemim.blogspot.com/2014/08/surpresa.html#comments está aqui o post das perguntas, como nunca mais disses-te nada não pude deixar de fazer um post depois do das perguntas...

    ResponderEliminar
  13. Concordo em tudo o que disseste! Este país está muito atrasado, deveriam abrir a mente. Pensam que homem + mulher é que está certo, porque essa ideologia já vem assim de séculos, mas também a homosexualidade já existia mas apenas no armário, não era de conhecimento público e agora as pessoas não sabem lidar com isso, mas deveriam.

    ResponderEliminar
  14. Eu não sou capaz de ver nenhum problema nisso.. É.. Normal. Tenho pena que nem toda a gente pense assim.
    R. Codecademy

    ResponderEliminar

Comentários ofensivos não serão publicados.
Dá a tua opinião e não te deixes influenciar por os outros (:
Rosemary D.